Como fazer Marketing Pessoal: 7 dicas simples e práticas

Como fazer Marketing Pessoal: 7 dicas simples e práticas

O mercado profissional está cada vez mais competitivo e possuir um excelente currículo não está sendo mais suficiente para garantir o futuro profissional. Neste contexto, quem sabe como fazer marketing pessoal se destaca.

Você precisa mostrar suas qualidades e potencialidades sem parecer egocêntrico, arrogante ou prepotente.

Pode parecer complicado, mas, neste artigo você vai descobrir como fazer marketing pessoal da maneira certa, para se destacar profissionalmente, valorizando o seu trabalho e os resultados que entrega.

Confira!

O que é Marketing Pessoal

Imagine a situação: você é um profissional comprometido e competente, entrega tudo no prazo e tem certeza que merece uma promoção. De repente, alguém com o mesmo cargo e responsabilidades é promovido, consegue aumento de salário, e ainda é citado como exemplo de profissional. E você nem ao menos é lembrado.

Por que isso acontece?

Provavelmente, porque ele soube como fazer marketing pessoal e você não. Mas, vamos ver como virar esse jogo!

Primeiro, precisamos entender o que é marketing pessoal. Marketing pessoal é um conjunto de estratégias que você utiliza para realçar suas características profissionais e pessoais. Essas estratégias levam a atitudes e comportamentos que criarão sua imagem pessoal e profissional, dando mais visibilidade às suas habilidades e competências.

Uma imagem pessoal positiva traz inúmeras vantagens como reconhecimento do seu trabalho, bons relacionamentos interpessoais e um networking de qualidade. Agora, vamos ver como fazer marketing pessoal na sua vida e trabalho.

________________________________________________________________

Tenha um Guia de 5 Passos para encontrar um novo emprego, muito melhor do que o atual, onde você possa trabalhar com o que REALMENTE gosta de fazer, sendo valorizado pelos resultados que entrega.

Clique AQUI e baixe o Ebook Gratuito Como Conquistar o Emprego dos Sonhos em 5 Passos!

________________________________________________________________

Como fazer Marketing Pessoal

Muitas pessoas sentem um certo receio em saber como fazer marketing pessoal por acreditarem que se trata de um culto ao ego, à vaidade pessoal, ou, então, têm medo de parecerem “puxa-sacos“ e arrogantes. Não é nada disso. Você não deve confundir humildade com anonimato.

Saber como fazer marketing pessoal não significa inventar um perfil mentiroso, mas sim deixar em evidência os aspectos mais relevantes sobre sua personalidade e o trabalho que desenvolve, independentemente de sua área de atuação.

E por que quem sabe como fazer marketing pessoal consegue se destacar tanto assim? O motivo é tão simples quanto poderoso. Atualmente, as empresas analisam muito mais do que sua experiência profissional e o seu currículo técnico.

O seu comportamento, sua comunicação interpessoal, sua inteligência emocional são pontos cada vez mais valorizados por gestores, recrutadores e headhunters. Tanto que, algumas vezes, podem ser critérios para sua admissão ou demissão de um cargo.

Por isso que, quando um colega próximo é promovido, apesar do seu ótimo desempenho, você deve analisar se o problema não é o seu marketing pessoal, ou a falta dele.

Marketing Pessoal: 7 dicas práticas

Segundo a regra de Pareto, 80% dos seus resultados são gerados por 20% das suas ações. Um plano de marketing pessoal é um conjunto de pequenas ações e atitudes que devem ser utilizadas na medida certa para promover sua imagem e a forma como as pessoas se lembram de você.

Vamos, então, ver como fazer marketing pessoal de verdade.

1 – Identifique sua Marca Pessoal

A sua marca pessoal é o conjunto de características psicológicas, morais e comportamentais que fazem com que você se diferencie das demais pessoas. Ela representa sua essência, seu diferencial, algo único que você possui e que os outros reconhecem. A partir dela, você desenvolve uma reputação em torno  do seu nome.

E o marketing pessoal é o conjunto de estratégias e ações utilizadas para desenvolver e consolidar sua marca pessoal. Percebeu como se complementam?

Para identificar sua marca pessoal, procure saber como as pessoas se lembram ou pensam de você. Quando encontram você pela primeira vez, qual é a primeira impressão que você deixa?

Por exemplo, algumas pessoas se recordam de outras pela maneira cortês, sincera e educada como foram tratadas, outras deixam uma imagem profundamente negativa, mesmo que o contato interpessoal tenha sido curto.

Para identificar pelo que você é lembrado, pergunte para sua família, amigos e colegas de trabalho, qual é a primeira palavra que vêm na cabeça deles, quando pensam em você. Esse será um bom indicativo da marca pessoal que você possui.

Outro exercício interessante é listar em uma folha de papel as suas qualidades e os pontos que deseja melhorar, colocando, ao lado, pelo menos uma ação que fará a partir de hoje para melhorar cada aspecto.

Assim, você conseguirá otimizar sua marca pessoal.

2 – Melhore sua comunicação interpessoal

Outra dica importante para saber como fazer marketing pessoal é se conscientizar da maneira como você se expressa. As redes sociais trouxeram muito acesso e velocidade de comunicação, mas, por outro lado, estão levando a vícios de linguagem que podem ser prejudiciais, principalmente, no seu trabalho.

São diminutivos, abreviações, gírias e, até mesmo, palavrões que se tornaram comuns no Whatsapp, Facebook e Instagram.

O problema é você acostumar tanto a se expressar dessa maneira, que as palavras erradas podem escapar na frente do seu gestor. Já pensou?!

Usar uma boa comunicação escrita e falada, com o português correto e adequado a cada contexto, é um passo básico para desenvolver o seu marketing pessoal e sua marca pessoal.

Você também pode se habituar a usar diálogos motivadores e assertivos, que tragam sentimentos positivos para quem conversar com você. Lembre-se que as pessoas sempre preferem estar junto de pessoas com energia positiva, alegres e motivadoras.

Mesmo se você for introspectivo ou tímido, vale a pena investir em se soltar um pouco para fazer um bom marketing pessoal. Até porque, temos a tendência de ver as pessoas que se comunicam bem como líderes no campo em que atuam.

3 – Faça Networking

Fazer networking é o próximo passo no seu guia de como fazer marketing pessoal. Possuir uma rede de contatos diversificada e eficiente é essencial, nos dias de hoje, para alcançar o sucesso profissional. Através dessa rede, você consegue acesso à diversas oportunidades, como estágios, empregos e promoções, por exemplo.

No entanto, networking é muito mais do que trocar cartões, é a chance que você tem de colocar em prática suas estratégias de marketing pessoal, fazendo-se notar e aproximando-se de profissionais interessantes.

Um networking de qualidade exige a construção de relacionamentos com essas pessoas, desenvolvendo sua confiança, fazendo-as perceber que você é um  profissional competente.

Somente assim, elas se sentirão confortáveis para indicá-lo, caso apareçam oportunidades.

Identifique os profissionais que precisa conhecer, onde eles trabalham e por que seriam contatos interessantes.

Você pode começar conectando-se com eles no Linkedin, que é uma rede social voltada para networking profissional, convidando-os, posteriormente, para um encontro presencial.

________________________________________________________________

Está gostando do artigo? Já pensou em ter um passo a passo para encontrar um novo emprego, muito melhor do que o atual, onde você possa trabalhar com o que REALMENTE gosta de fazer, sendo valorizado pelos resultados que entrega.

Clique AQUI e baixe o Ebook Gratuito Como Conquistar o Emprego dos Sonhos em 5 Passos!

________________________________________________________________

4 – Cuide da sua imagem pessoal

A imagem pessoal é outro aspecto importante a ser considerado quando você for fazer seu marketing pessoal. É fato que a nossa sociedade hipervaloriza a imagem, associando-a com competências e qualidades.

Se você aparenta ser bem-sucedido e competente a maioria das pessoas vai assumir que você seja e isso vai impactar nas primeiras impressões que você causará.

Assim, o cuidado com o visual precisa ser analisado de maneira realista.

O traje correto e adequado ao momento, a combinação estética de peças, cores e estilo ainda fazem a diferença. Assim como os cuidados físicos fundamentais como a higiene e a saúde dentária. Apesar de óbvios, ainda são importantes para uma composição harmônica e atrativa da sua imagem.

5 – Use as Redes Sociais

Atualmente, não tem como fazer marketing pessoal sem usar as mídias sociais. Elas já se tornaram parte do nosso dia a dia, tanto pessoal quanto profissional. Plataformas como o Facebook e o Linkedin se tornaram ferramentas essenciais para quem deseja fazer marketing pessoal, mudando o cenário tanto do recrutamento como da recolocação.

Só para você ter uma ideia da influência que as redes sociais podem ter na sua vida profissional, são cada vez mais comuns os casos de demissões por conta de ações irresponsáveis dos profissionais em seus perfis pessoais.

As empresas não querem ter sua marca associada as pessoas que publiquem ou expressem ideias contrárias aos seus valores organizacionais. Além disso, os recrutadores e headhunters avaliam o perfil nas redes sociais dos candidatos a emprego, buscando conhecer mais sobre a sua vida, para conseguir as melhores contratações.

E, infelizmente, muitas vezes o profissional perde oportunidades porque seu perfil revela uma pessoa irresponsável e/ou agressiva.

Por outro lado, se você souber usar as mídias de forma consciente, elas podem ser ferramentas poderosas para fazer seu marketing pessoal. Você pode usar o bom senso como parâmetro, perguntando-se, antes de publicar algo, qual a mensagem que aquele conteúdo passará para as pessoas.

Se for algo positivo, relevante, que agregue valor, com certeza ajudará no seu marketing pessoal. Caso contrário, melhor não postar.

Também vale respeitar os objetivos inerentes a cada mídia social. Por exemplo, o Facebook e o Instagram são plataformas mais voltadas para a vida pessoal, sendo um bom lugar para compartilhar suas festas de família, passeios e viagens.

Já o Linkedin foi criado para ser uma plataforma de networking e negócios, voltada para o desenvolvimento profissional dos seus usuários. Neste caso, você deve se concentrar em compartilhar eventos profissionais como promoções, prêmios, conquistas do trabalho, entre outras coisas.

6 – Ofereça ajuda e resolva problemas

As empresas buscam colaboradores que sejam proativos e busquem resolver problemas sem que precisem ser mandados. Portanto, ao perceber que algum processo pode ser melhorado, elabore uma solução e mostre ao seu gestor. Isso também vale para ajudar seus colegas a resolverem problemas em sua rotina.

Assim, você poderá se destacar por ser um solucionador de problemas, entregando valor à empresa, enquanto fortalece seus relacionamentos interpessoais.

Oferecer ajuda e incentivar as outras pessoas é uma das melhores práticas de quem sabe como fazer marketing pessoal. Também é uma das melhores maneiras de se destacar nas mentes e corações das pessoas que se relacionam com você.

No entanto, essas ações de ajuda devem ser sinceras e desinteressadas, ou seja, motivadas pelo desejo real de fazer a diferença na vida das pessoas, sem esperar contrapartidas. Até porque ações meramente aparentes e interesseiras são facilmente detectadas e terão o efeito contrário ao desejado, minando a essência do marketing pessoal verdadeiro.

O segredo, portanto, é sempre se perguntar: de que maneira posso ajudar? De que forma posso apoiar e incentivar o crescimento das pessoas que se relacionam comigo?

7 – Escute os feedbacks

Todas as dicas anteriores sobre como fazer marketing pessoal serão determinantes para o seu sucesso, mas, como saber se estão tendo o efeito desejado? É aqui que entra o poder do feedback.

Você pode usar essa ferramenta organizacional para captar sinais se as suas ações de marketing pessoal estão sendo efetivas. Preste muita atenção ao feedback dos seus gestores e pares. Se a sua empresa não possuir uma política formal, faça você mesmo o assunto surgir.

Pergunte, diretamente, o que estão achando do seu trabalho, no que você pode melhorar e quais são seus pontos fortes. Afinal, é interesse da empresa que você performe sempre melhor. E você também pode aproveitar o feedback de familiares e amigos, que o conhecem bem.

Sempre que o criticarem ou elogiarem, faça a conexão com as ações de marketing pessoal para ver o que está funcionando e o que pode ser melhorado.

As outras pessoas possuem uma visão mais isenta das suas atitudes e comportamentos e, portanto, a opinião delas pode conter informações valiosas para o seu crescimento. Sabendo filtrar por entre as críticas, conseguirá identificar os pontos de melhoria e se esforçar para obter melhores resultados, acelerando os resultados que deseja conquistar com seu  marketing pessoal.

No entanto, é necessário que você tenha a humildade necessária para ouvir o que as pessoas têm a dizer sobre sua personalidade e seu trabalho.

Percebeu que não é tão complicado assim, saber como fazer marketing pessoal?

Agora que você já aprendeu o que precisava, é só colocar em prática o quanto antes essas dicas para observar o efeito na sua vida profissional.

Quando bem praticado, o marketing pessoal é uma ferramenta extremamente eficaz para alcançar o sucesso social e profissional.

________________________________________________________________

Gostou do artigo? Tenha um Guia de 5 Passos para encontrar um novo emprego, muito melhor do que o atual, onde você possa trabalhar com o que REALMENTE gosta de fazer, sendo valorizado pelos resultados que entrega.

Clique AQUI e baixe o Ebook Gratuito Como Conquistar o Emprego dos Sonhos em 5 Passos! 

________________________________________________________________

Coach Eduardo Corrêa

Master Coach de Carreira pelo Instituto MS de Coaching de Carreira. Personal and Professional Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching, formação certificada internacionalmente pelo BCI. Practitioner em Programação Neurolinguística pelo INAp.

Um comentário em “Como fazer Marketing Pessoal: 7 dicas simples e práticas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *