Então é Natal: o que Papai Noel pode te ensinar sobre empreendedorismo

Veja as lições de Empreendedorismo que você pode aprender com Papai Noel!

Papai Noel era um simpático velhinho, meio fora de forma, que resolveu abrir seu próprio negócio para se sentir mais feliz e realizado. Como ele amava distribuir presentes para as crianças, resolveu que esse seria o seu principal produto. Para ele, a ideia era ótima e não tinha como dar errado. Afinal, todo mundo gosta de receber presentes.

Empolgado, começou o seu projeto: alugou uma antiga fábrica, comprou maquinário, contratou “colaboradores” e começou a trabalhar, acreditando que o sucesso era certo!.

Ele só não contava com os problemas que logo começaram a pipocar…

Para economizar nos impostos ele tinha escolhido um país meio distante e muito frio. Nevava o tempo todo, o que dificultava muito as entregas. Papai Noel tentou  transportar os presentes por caminhão, carro, moto e até por bicicleta. Tudo atolava na neve.

Seus funcionários – eu falei que eram elfos (ou seriam duendes?!) – falavam uma língua estranha que Noel não entendia direito. Pior, eles também não entendiam o que Noel queria.

Os clientes mandavam os pedidos em diversas línguas…algumas piores do que letra de médico….e ele não conseguia entender nada.

Noel começou a desanimar…até emagreceu uns quilinhos…

Será que a empresa que ele criou com tanto amor entraria para as estatísticas do Sebrae?

Mas, Noel não desistiria tão fácil. Resolveu persistir e encarar os problemas, fazendo algo inusitado, que não passaria pela cabeça de muitos empreendedores: investiu em capacitação…

Fez cursos de liderança e gestão de pessoas para melhorar a comunicação com a equipe, estudou melhor as necessidades e a linguagem dos seus clientes para entender o que eles realmente precisavam….

E para o transportar os presentes ele descobriu que podia usar um trenó com renas, animais tão fortes e rápidos que pareciam voar durante as entregas…

Os anos foram passando e o negócio prosperou…Noel agora atende o mundo inteiro e (quase) todos os clientes estão satisfeitos.

As lições de Empreendedorismo de Papai Noel

Como será que Noel se mantém no mercado há tanto tempo? Vamos ver.

1 – Experiência memorável 

Felizmente, Noel é um cara muito detalhista. Ele presta atenção aos detalhes que fazem toda a diferença e cria uma ótima experiência para seus clientes. Não é à toa que eles esperam o ano inteiro pela sua chegada.

2 – Segmentação de clientes

O mercado de Noel, basicamente, é o mundo inteiro. São bilhões de potenciais clientes. Como agradar a todos? Usando uma ótima segmentação de público alvo.

Para isso, Papai Noel usa da simplicidade: só vira cliente dele quem se comportou durante o ano na escola, com a família e com os amiguinhos. Se a pessoa não foi legal, Noel não vai desperdiçar seu tempo em entregar um presente.

Afinal, qual empreendedor gosta de cliente ruim?

A lição aqui é conhecer, profundamente, seu público-alvo, priorizando e fidelizando os bons clientes.

3 – Diversificação de produtos

Noel sabe o valor de oferecer uma ampla variedade de presentes. Afinal, as pessoas têm necessidades e desejos diferentes.

Isso não significa que você precisa criar dezenas de produtos.

Diversifique sua operação para não ficar oferecendo apenas um produto ou serviço. Crie um portfólio com produtos relacionados que garantam o faturamento.

4 – Estudo do mercado

Noel também sabe que as necessidades e desejos dos seus clientes mudam com o tempo. Por isso, ele se mantém atento ao seu mercado. Se no passado as crianças sonhavam com carrinhos de madeira, hoje desejam aparelhos eletrônicos. Ele se adaptou.

Cuidado para não cair no erro da Blockbuster que não prestou atenção nas mudanças do seu mercado e desapareceu.

5 – Se tornar indispensável

Porque o Papai Noel foi capaz de permanecer relevante depois de todos esses séculos? Porque ele sempre faz as crianças felizes e as inspira a se tornarem pessoas melhores.

Como aplicar no seu negócio? Ok, essa é difícil.

Você pode começar tentando responder se o seu negócio está inspirando seus clientes. Ou se as suas soluções fazem de você uma parte importante da vida deles.

Se você conseguir responder estas perguntas e, talvez, implementar as mudanças necessárias, seu negócio poderá ser indispensável para seus clientes. Já imaginou?

Como se tornar o Noel do seu mercado?

Existem várias outras lições que poderia apontar, mas vou ficando por aqui, para que você possa refletir sobre o que falamos. Lembre-se deste texto quando estiver passando por dificuldades no seu negócio, enfrentando crises e vencendo uma batalha a cada dia.

Papai Noel criou um ‘negócio’ cheio de inspiração e propósito que, com certeza, permanecerá pelas próximas gerações.

Você também pode fazer isso, colocando seu amor no que faz e se tornando parte essencial da vida dos seus clientes, mudando a vida deles para melhor.

Feliz Natal e um Ano Novo cheio de ótimos clientes!

Coach Eduardo Corrêa

Master Coach de Carreira pelo Instituto MS de Coaching de Carreira. Personal and Professional Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching, formação certificada internacionalmente pelo BCI. Practitioner em Programação Neurolinguística pelo INAp.

Um comentário em “Então é Natal: o que Papai Noel pode te ensinar sobre empreendedorismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *